Sofre dor de dentes? 

A dor dentária constitui um motivo major, e habitualmente urgente, para a procura de cuidados médico-dentários. 

O que pode motivar a dor dentária?

Os episódios de dor dentária não possuem uma etiologia universal, podendo ser múltiplas as condições capazes de os motivar. Como alguns exemplos concretos de condições orais que possam estar na origem de tal dor, mencionemos os seguintes: a cárie dentária, as fracturas ou traumatismos dentários, a doença periodontal, certos processos infecciosos e também a erosão dentária. 

A dor dentária segue algum padrão?

O aparecimento da dor dentária não segue um padrão típico. Sobre isto, esta dor tanto poderá suceder de modo espontâneo, como provocado (exemplificando esta última hipótese, desencadeada por estímulo térmico ‒ frio e/ou quente ‒ ou físico). De forma semelhante, a tipologia, a intensidade, a frequência e a duração da dor são igualmente variáveis. 

A ausência de dor dentária implica uma cavidade oral sã?

A mera ausência de dor não implica que se esteja perante uma cavidade oral saudável. Além de ser possível que a percepção de dor difira entre indivíduos, poderemos estar diante de fases iniciais, e frequentemente assintomáticas, de certas condições patológicas orais.

Como proceder perante a dor dentária?

Se experienciar algum tipo de dor dentária que não se tenha previsto ser justificada no seguimento de um tratamento médico-dentário, recomenda-se que consulte o seu médico-dentista. Marque aqui a sua consulta na Oral XXI.



Testemunhos